OBRA 27  • ETE São José dos Campos Sanevap S/A

DESCRIÇÃO DA OBRA ––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––

SANEVAP Saneamento do Vale do Paraíba S/A é uma empresa composta pela sociedade entre a GS Inima Brasil LTDA, Cesbe Engenharia e Empreendimentos e a Construtora Elevação, todas dispondo de um grande "know how" em projetos e obras de saneamento ( Construção de Redes de Abastecimento de Água, Coleta de Esgoto e Construções Correlatas ). Trata-se de um empreendimento desenvolvido com a Sabesp, maior empresa de saneamento do país, visando construir o sistema de tratamento de esgoto da bacia do rio Pararangaba, em São José dos Campos – SP.

SOLUÇÕES
––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––

 A ETE terá capacidade para tratar 404 litros por segundo, dimensionada para atender toda esta sub-bacia do município, que possui uma população total de 630 mil habitantes.  A obra também contribuirá para a despoluição de importantes cursos d’água que atravessam o município, inclusive o rio Paraíba do Sul.
A estação de tratamento utilizará a tecnologia de "Lodos Ativados com Aeração Prolongada", capaz de devolver ao meio ambiente um efluente que atende plenamente a legislação vigente.

RESULTADO
––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––

Por se tratar de uma região que é um fundo de vale (área de talvegue), onde poderão haver ocorrências de deposição de material orgânico no solo, a G S Inima Brasil resolveu escavar a área onde foram implantadas as 02 lagoas, após a realização de ensaios de sondagem, onde foi removida uma camada irregular de solo até se atingir o nível de existência de um leito de areia. Em seguida foi feito um aterro compactado (fundo das 02 lagoas) sobre esse leito de areia com um solo de boa qualidade e com esse mesmo solo foram erguidos os aterros (diques) compactados circundantes das lagoas em formato trapezoidal proporcionando uma profundidade de 4,0 metros. Assim, a Geomembrana de PEAD com espessura 1,0 mm foi instalada diretamente sobre o solo compactado, e as emendas foram realizadas através de solda térmica. As bordas da Geomembrana foram instaladas no topo dos taludes nas valas de ancoragem. Nas interferências em concreto existentes na área interna das lagoas, a instalação da Geomembrana foi realizada utilizando-se perfis de PEAD engastados no concreto e posteriormente foram realizadas as soldas com extrusora manual e utilização do cordão de solda (Aporte).

PRODUTO: Geomembrana de PEAD 1,0 mm

APLICAÇÃO: Barreira de Fluxo

LOCAL: São José dos Campos-SP

DATA: Abril / 2014

GALERIA DE FOTOS
- clique para ampliar -





| Empresas Integrantes |

Bidim
|
|
Cipatex
|
Fabritech
 
| Maccaferri | |  
 
Roma
|
Sansuy
|