OBRA 29  • Canal PCH Moinho

DESCRIÇÃO DA OBRA ––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––

A  PCH - Moinho é a primeira Usina Hidrelétrica da Cooperativa de Eletrificação e  Desenvolvimento Econômico de Marechal Cândido Rondon - PR.
A Pequena Central Hidrelétrica (PCH - Moinho), localizada no Distrito de Novo Três Passos, usa a força das águas do Rio Guaçú para produzir quatro megawatts de energia perene, suficiente para atender entre 70% e 75% de toda a demanda dos 1,8 mil associados da cooperativa. A obra sonhada pela direção da Cercar há 14 anos, foi iniciada em dezembro de 2012 e recebeu investimentos de R$ 23 milhões, dos quais R$ 15 milhões foram financiados pelo BRDE por um prazo de dez anos e R$ 8 milhões são investimentos da Cooperativa.
A capacidade instalada da PCH - Moinho é de 3.700 KWA, energia suficiente para abastecer uma cidade com três mil habitantes.

SOLUÇÕES
––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––

Em cumprimento a legislação ambiental, próximo a usina estão sendo plantadas sete mil árvores. Já a rede de transmissão tem 18 quilômetros de extensão, da usina até a subestação da Copel em Marechal Rondon. A barragem não conterá comportas para controle do volume de água, mas sim um vertedouro. Pela barragem irão passar continuamente um metro cúbico de água por segundo. A usina será formada por uma barragem de 200 metros de comprimento por sete de altura, em concreto e, 70 metros em compactação de argila.  O canal terá 804 metros de comprimento, 13 metros de largura por 4 metros de profundidade – 20% a 30% formado por rocha e o restante em argila. A opção escolhida para revestimento / impermeabilização desse canal foi uma Geomembrana de PEAD (Polietileno de Alta Densidade) com 1,5 mm de espessura, cuja união das peças foi realizada através de equipamento especial para termosoldagem e, as bordas superiores dessa Geomembrana foram ancoradas em valas abertas no solo próximas ao topo dos taludes em ambos os lados do canal.
Devido ao solo local onde foi aberto esse canal apresentar um excessivo afloramento rochoso em vários trechos, foi previsto no projeto de revestimento desse canal uma proteção mecânica adicional da Geomembrana PEAD com a instalação prévia de uma Georrede diretamente instalada sobre as áreas rochosas por possuir baixo custo; facilidade na instalação; alta resistência ao rasgo, abrasão e ao impacto; excelente resistência mecânica e química. Essa Georrede foi unida com "fita hellerman" de PEAD e a mesma foi colocada nas valas de ancoragem sob / juntamente com a Geomembrana.        

RESULTADO
––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––––

O revestimento do canal de adução com Geomembrana de PEAD foi muito viável e econômico, além de proporcionar inúmeras vantagens técnicas, tais como:
Evitar perdas de água por infiltração no solo; Evitar o carreamento de partículas e resíduos rochosos através do canal que causariam enormes desgastes nas hélices / pás das turbinas por atrito; Evitar erosão precoce do canal mantendo seu formato original; Aumentar a velocidade do fluxo hídrico devido a Geomembrana ser muito lisa (Redução do Coeficiente de Rugosidade); Redução da seção do canal; Impedir o crescimento da vegetação; Melhorar a qualidade da água e facilitar a autolimpeza do canal; Facilidade de execução; Ótima durabilidade ao intemperismo e da vida útil, Economia na manutenção geral do canal; etc.

PRODUTO: Geomembrana de PEAD 1,5 mm / Georrede de PEAD

APLICAÇÃO: Barreira de Fluxo / Proteção Mecânica da Geomembrana

LOCAL: Marechal Cândido Rondon - PR

DATA: Maio / 2014

GALERIA DE FOTOS
- clique para ampliar -







| Empresas Integrantes |

Bidim
|
|
Cipatex
|
Fabritech
 
| Maccaferri | |  
 
Roma
|
Sansuy
|