O Prêmio TCC/ IC 2020 - Tecnologia em Geossintéticos "Benedito de Souza Bueno" escolhe e premia os melhores Trabalhos de Conclusão de Curso e de Iniciação Científica publicados anualmente, desenvolvidos no Brasil com tema relacionado aos Geossintéticos.

A partir de 2020, a IGS Brasil e o CTG ABINT passam a oferecer conjuntamente esta premiação, em uma parceria para ampliar o alcance de estudantes e novos pesquisadores brasileiros.

     
• CONHEÇA OS VENCEDORES

1º Lugar - MAYARA PALÁCIO ERCOLINI
com o trabalho "Estudo sobre a durabilidade de geomembrana de PEAD aplicada em lagoa de chorume por meio de uma amostra exumada in situ", orientada pelo professor Fernando Luiz Lavoie, do Instituto Mauá de Tecnologia.

2º Lugar - DANILO FERNANDES CUNHA VERAS
com o trabalho "Modelagem física e numérica de aterros estruturados com diferentes níveis de compactação", orientado pelo professor Maurício Ehrlich, da Universidade Federal do Rio de Janeiro.

3º Lugar - ARTHUR IVO ZUQUIM
com o trabalho "Avaliação do Atrito de Interface entre Blocos de EPS e Diferentes Tipos de Solos e Geossintéticos Usando o Ensaio de Cisalhamento Direto", orientado pelo professor José Orlando Avesani Neto, da Escola Politécnica da Universidade de São Paulo.

1º Lugar - ALICE HELENA RIBEIRO GONÇALVES & SARAH EULÁLIO BATISTA
com o trabalho "Avaliação dos Deslocamentos Construtivos de uma Estrutura de Escória Reforçada com Geossintético (EERG) Faceada com Meshbags", orientadas pelo professor Tales Moreira de Oliveira, da Universidade Federal de São João del Rei.

2º Lugar - BEATRIZ MYDORI CARVALHO URASHIMA
com o trabalho "Modelagem matemática da durabilidade de geotêxteis expostos às intempéries", orientada pelo professor Eduardo Souza Cândido, da Universidade Federal de Lavras.

3º Lugar - RAFAEL ANIBELE
com o trabalho "Análise em modelo de laboratório da substituição de filtro de areia por geocomposto em barragens de terra", orientado pela professora Bianca Penteado de Almeida Tonus, da Universidade Estadual de Ponta Grossa .

PARABÉNS!!!
Cumprimentamos os professores e seus orientados
das duas categorias pela excelência de seus trabalhos.

O prêmio para o primeiro colocado em cada categoria (TCC e IC) é uma experiência de estágio em empresa da área de Engenharia Civil, e seus orientadores receberão uma placa de homenagem.

Os 3 primeiros colocados em cada categoria receberão diploma e um exemplar do livro “Manual Brasileiro de Geossintéticos”. Também será oferecida dispensa de pagamento da anuidade da IGS Brasil por um ano.

A cerimônia de premiação, com a apresentação dos trabalhos vencedores, será realizada no segundo semestre de 2020, em data a ser definida.      


• PROCESSO DE AVALIAÇÃO

As inscrições foram realizadas entre 15 de dezembro de 2019 e 31 de março de 2020, e os trabalhos foram avaliados entre 10 de abril e 30 de maio.
Para a avaliação, foram considerados os seguintes critérios:

— adequação às recomendações do Regulamento, 

 — motivação e relevância do tema, 

 — metodologia utilizada,

 — resultados,

—  principais conclusões. 

Os trabalhos recebidos foram distribuídos entre seis avaliadores, que receberam os artigos sem identificação de autor, orientador e universidade.

• CONHEÇA OS COMPONENTES DA BANCA AVALIADORA:

 

Caroline Tomazoni
Engenheira Civil pela Universidade Federal do Paraná, Mestra e Doutora em Infra-Estrutura Aeroportuária com ênfase em Geotecnia/Geossintéticos pelo Instituto Tecnológico de Aeronáutica, com doutorado-sanduíche na Universität Kassel (Alemanha) e Pós-Doutorado em Geotecnia/Geossintéticos na UFPR. Atualmente é professora de Geotecnia da UFPR.

     
 

José Antonio Schiavon
Professor do Instituto Tecnológico de Aeronáutica , Engenheiro Civil, Doutor em Geotecnia (EESC-USP) e em Engenharia Civil (EC-Nantes, França), com pós-doutoramento de 2 anos (EESC-USP e IFSTTAR Nantes). Atua em pesquisas em geossintéticos e mecânica dos solos. É editor associado do periódico Soils and Rocks e revisor de diversos periódicos científicos.

     
 

Juliana Reinert
Engenheira de Produção Civil e Mestra em Geotecnia pela Universidade Tecnológica Federal do Paraná; Doutora em Geotecnia pela Queens University, no Canadá. É pesquisadora e professora na Queens University, e professora de Mecânica dos Solos, Fundações e Geologia Aplicada `Engenharia no CEFET / MG.

     
 

Rafael Ribeiro Plácido
Possui graduação em Engenharia Civil e título de Mestre em Geotecnia pela EESC-USP e título de Doutor pela Poli-USP. Atuou como pesquisador no IPT por 5 anos e está a mais de 10 anos atuando como projetista e consultor geotécnico na Interact Engenharia. Foi vencedor do Prêmio Petrobras de Tecnologia em 2006 e do Prêmio Estudante IGS Brasil em 2019.

     
 

Thelma Sumie Maggi Marisa Kamiji
Engenheira civil graduada pela Escola de Engenharia de São Carlos (2003) e mestre em Geotecnia (2006) pela mesma escola. Desde 2012, é engenheira consultora para projetos geotécnicos e ambientais, na Fral Consultoria Ltda. Atualmente, desenvolve projetos para tratamento e destinação adequada de resíduos e disposição final de rejeitos, além do monitoramento geotécnico e ambiental de aterros sanitários. 

     
 

Thiago Villas Bôas Zanon
Engenheiro Ambiental e Mestre em Engenharia Geotécnica pela Escola Politécnica da USP. Desde 2011 atua no grupo Solví Participações S.A. como Supervisor Técnico, sendo também instrutor em treinamentos internos da Solví, de cursos de pós-graduação e de especialização. É membro da Diretoria da ABLP e autor de diversos artigos e publicações técnicas e científicas nacionais e internacionais.

Agradecemos o empenho e dedicação dos avaliadores a esse importante trabalho.


 

Esta premiação homenageia o professor Benedito de Souza Bueno, falecido em 2015.

Eng. Civil (1975) e com Mestrado (1979) em Geotecnia pela USP e Doutorado (1987) também em Geotecnia pela Universidade de Leeds na Inglaterra, o Prof. Benedito teve importante passagem também pela Universidade Federal de Viçosa, tendo encerrado sua carreira como professor titular da Universidade de São Paulo, Membro de corpo editorial da Geotecnia (Lisboa), Membro de corpo editorial da REM e Responsável pelo Laboratório de Geossintético da Escola de Engenharia de São Carlos, do qual foi o principal idealizador e fundador.

Para a IGS Brasil, o Prof. Benedito tem uma relevância bem particular. Durante o período em que ele ocupou a presidência da entidade, entre os anos de 2003 e 2007, em muito a nossa associação avançou e muitas foram as nossas conquistas graças à sua dedicação e competência. Foi escolhido Presidente de Honra do congresso Geossintéticos’2015, ocorrido em Brasília.

O Prof. Benedito era casado com Elisabete e pai de três filhos, Lygia, José Victor e Eduardo.

Agradecemos a todos que participaram deste concurso enviando seus trabalhos, e homenageamos a todos os professores brasileiros de Engenharia que inspiram e estimulam seus alunos para a produção de trabalhos científicos relacionados aos geossintéticos, um esforço imprescindível para o desenvolvimento desta classe de materiais e seu mercado.

Fiquem atentos!

No próximo semestre será publicado o edital com chamadas de inscrições para a edição 2021 do Prêmio TCC/ IC  - Tecnologia em Geossintéticos "Benedito de Souza Bueno".

• Com o apoio de nossos patrocinadores: