CONSTRUÇÃO

CTG ABINT A importância das normas técnicas para a eficácia dos projetos

CTG ABINT alerta sobre a importância das normas técnicas para a eficácia dos projetos 
O uso de geossintéticos sem as devidas especificações técnicas e normas adequadas pode resultar em problemas como a queda barragens, contaminação de solos, deslizamentos, infiltrações e vazamentos

O CTG - Comitê Técnico de Geossintéticos da ABINT (Associação Brasileira das Indústrias de Nãotecidos e Tecidos Técnicos) alerta sobre o risco de utilizar produtos fora das normas. Os geossintéticos, em forma de geotêxteis, geomantas, geogrelhas, georedes, geomembrana, geocélulas, GCL ou geotubos são cada vez mais utilizados em diversos setores, porém quando mal especificados, sem a qualidade exigida ou mal instalados, resultam em problemas de grandes proporções.

Essas aplicações são amplamente usadas para o agronegócio, obras de infraestrutura, viárias e rodoviárias, mineração, saneamento básico, aterro, entre outros setores da economia. O conhecimento sobre o projeto, o tipo de obra, a instalação e capacidade de cada material utilizado implicam diretamente resultado final. Itens fora de norma podem ocasionar queda barragens, contaminação de solos, deslizamentos, infiltrações e vazamentos. 

Em maio de 2013, foi publicada a Norma ABNT ISO 10320, sobre os geotêxteis e produtos correlatos e sua identificação na obra. Essa norma exige parâmetros mínimos que um geossintético possa ser comercializado no mercado, ou seja, permite que o usuário possa identificar na obra o produto recebido como sendo idêntico ao produto encomendado, garantindo uma isonomia competitiva entre os produtos. 
Segundo Fabricio Zambotto, coordenador do CTG, um dos trabalhos do comitê é difundir a aplicação dessa norma para que projetistas, compradores, engenheiros e a fiscalização. ?O objetivo é que esses profissionais possam controlar o material que é usado, além de garantir sua instalação adequada e a eficácia do projeto?, conta Zambotto. 

Para reforçar ainda mais a importância da normatização do setor, o CTG ABINT criou a cartilha ?Recomendações sobre o Uso de Geotêxteis em Obras?. ?O material visa assegurar a plena qualidade dos produtos aplicados e auxiliar o mercado a bem especificar, comprar, receber e fiscalizar a aplicação dos geotêxteis nas obras, de forma correta?, conta Zambotto.

Sobre o CTG ABINT: constituído por fabricantes e demais fornecedores do segmento de geossintéticos, o CTG-ABINT visa promover as aplicações destes materiais em obras de infraestrutura, por meio da elaboração de manuais, workshops e cursos nacionais e internacionais, todos direcionados ao consumidor/projetista e ou órgão fiscalizador. As empresas que compõem o CTG atualmente são: Braskem, Bidim, Cipatex, Fabritech, Huesker, Maccaferri, Nortene, Ober, Roma, Sansuy, Santa Fé, e TDM Brasil. Para saber mais acesse www.geossinteticos.org.br

Sobre a ABINT: Fundada em 1991, a Associação Brasileira das Indústrias de Nãotecidos e Tecidos Técnicos tem como objetivo representar, difundir e defender os interesses da indústria brasileira de Nãotecidos e Tecidos Técnicos, promovendo e apoiando o seu desenvolvimento e o crescimento do mercado de aplicações desses produtos, que são fundamentais a diversos e importantes setores da economia do país. Para saber mais acesse www.abint.org.br

Informações à imprensa:
M.Free Comunicação
Tel: (11) 3171-2024  R. 2
Carla Legner e Marcio Freitas

Novidades


Saiba mais sobre Geossintéticos

© 2021 CTG ABINT - Todos os direitos reservados.
Criação de sites: Trupe Agência Criativa Trupe Agência Criativa

Usamos cookies para personalizar o conteúdo, acompanhar anúncios e oferecer uma experiência de navegação mais segura a você. Ao continuar navegando em nosso site você concorda com o uso dessas informações. Leia nossa Política de Privacidade e saiba mais.